Contato

Links Úteis

Georgina Business Park

Avenida Benedito Rodrigues Lisboa, 2675 - Edificio Milan Sala 111B

Jardim Vivendas - CEP 15090-370

São José do Rio Preto/SP

(17) 3363.6380 | (17) 9 9144.6267

Horário de Atendimento:

Clínica: 10h às 18h | Whatsapp: 10h às 17h

Please reload

Reconstrução de Mama

A cirurgia de reconstrução mamária utiliza uma parte do volume da região inferior do abdômen (abaixo do umbigo) para a reconstrução da mama extirpada. A pele e a gordura são levadas junto com os músculos reto abdominais, o que garante o suprimento sanguíneo ao retalho que dará vida à nova mama.

 

Tal procedimento é o primeiro passo para a reconstrução da mama. Todo o processo levará mais de um ano para ser concluído, pois são necessárias três intervenções cirúrgicas, cujo intervalo entre elas deve ser de seis meses.

 

A retirada desses músculos provoca o enfraquecimento da área do abdômen, sendo necessário reforçá-la com uma tela feita de material cirúrgico. Tanto no abdômen como na mama reconstruída são deixados drenos para evitar o acúmulo de líquidos após a operação.

 

Quanto à cicatrização, a do abdômen é a mesma feita em uma abdominoplastia. O sinal da cicatriz é facilmente escondido pelo biquíni. Na mama reconstruída, a localização da cicatriz pode variar, dependendo da técnica empregada na mastectomia.

 

O segundo procedimento cirúrgico tem como objetivo promover a simetria entre a mama normal e a reconstruída, buscando deixá-las mais parecidas possíveis.

 

Já na última operação, são reconstruídos o mamilo e a aréola, que tanto pode ser feita com enxerto de pele da virilha como por meio de sessões de tatuagem.

 

 

Recomendações

                                                                  

Antes da cirurgia
- Não consumir bebidas alcoólicas ou alimentos pesados na véspera da cirurgia
- Qualquer medicamento para emagrecer ou diuréticos deve ser evitado pelo menos 20 dias antes do ato cirúrgico, assim como remédios à base de ácido acetilsalicílico
- Jejum de oito horas antes do horário marcado para a cirurgia

 

Depois da cirurgia
- Atividades que exigem esforço devem ser evitadas por 30 dias
- Andar com o tronco levemente curvado e manter passos curtos por um período de 15 dias
- Evitar molhar o curativo até segunda ordem
- Não fazer uso de remédios à base de ácido acetilsalicílico ou de qualquer medicamente com solução coagulante nos primeiros 20 dias
- Não se expor ao sol até segunda ordem
- Alimentação normal